Ecologia Política: O que queremos

Ecologia Política

O Brasil possui a maior floresta tropical e a maior biodiversidade do mundo. No entanto, toda essa riqueza está ameaçada pela destruição de florestas e de outros ecossistemas por grande projetos, pela expansão de monoculturas de soja e cana e pelo avanço da pecuária.

Uma questão chave para o futuro da humanidade são os efeitos das mudanças climáticas. No contexto internacional, o Brasil é um ator de grande importância na construção de um novo acordo global para conter os efeitos desse fenômeno. Por outro lado, o país está no grupo dos maiores poluidores do mundo quando o que está em jogo são as emissões como resultado das queimadas e do desmatamento. Discutir e apoiar iniciativas que podem mudar esse quadro é uma de nossas principais tarefas.

A questão da energia também está no centro do debate sobre desenvolvimento sustentável e mudanças climáticas. Energias renováveis, como eólica e solar, têm o potencial de substituir fontes tradicionais causadoras de grandes impactos ambientais (hidroelétricas) e enormes emissões de CO2 (carvão). Ao mesmo tempo, apesar de cara e perigosa, a energia nuclear aparece como uma falsa solução.

Artigos atuais

Estamos nas ruas pela proteção do clima e pelos direitos das crianças

Em 20 de setembro de 2019, o Dia Mundial da Criança,  Fridays for Future (sexta-feira para o futuro), convoca para o Dia Global da Greve do Clima. Apenas dois meses depois, a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança celebrará seu 30º aniversário.

por Dr. Stefanie Groll , Dorothee Schulte-Basta

Mudança climática e direitos humanos - Os tribunais podem atuar nessa questão?

Direitos humanos como os direito à saúde, à alimentação, água e moradia são ameaçados pelas mudanças climáticas. Para responder a isso, o número de ações judiciais relacionados ao clima tem aumentado. Qual é o papel os tribunais na luta contras as mudanças climática? Leia o artigo na íntegra em inglês. 

por Anne Kling

A Amazônia é importante para todas e todos nós

Como muitos, a representação da Fundação Heinrich Böll no Brasil observa com preocupação e tristeza o aumento descontrolado do desmatamento e das queimadas que vem causando comoção nacional e mundial. A necessidade de enfrentamento dos problemas socioambientais que afligem o bioma Amazônico é grande e imediata. Leia nossa nota na íntegra.

Um Novo Marco da Biodiversidade… para quê e para quem?

Quase uma década após a Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) definiar as Metas de Biodiversidade de Aichi, as evidências mostram que as ações tomadas para implementá-las não foram suficientes. Como deveria ser um novo marco da biodiversidade?

por Gadir Lavadenz

Entrevista: "O caminho que devemos seguir não é o da flexibilização, é o da internalização dos custos sociais e ambientais na matriz dos investimentos"...

Hoje, às 12h28, pétalas de rosa vermelhas e brancas foram jogadas de um helicóptero sobre a ponte no rio Paraopeba, em Brumadinho (MG). Centenas de pessoas, incluindo familiares dos atingidos pelo rompimento da barragem assistiram enquanto faziam um minuto de silêncio. O ato marcou um mês da tragédia com a mina Córrego do Feijão, da empresa Vale, que deixou 179 mortos e 131 desaparecidos. 

por Manoela Vianna

Dossiês

Publicações

Decrescimento - Vocabulário para um novo mundo

pdf

O "decrescimento" é uma teoria social que busca o fim da ideia de crescimento econômico como objetivo social, uma vez que gera um sistema ecologicamente insustentável e intrínsicamente injusto. O livro reúne ensaios de diversos autores internacionais cuja perspectiva foge das construções contraditórias atualmente em percurso, em todo o mundo.

Protocolo de Consulta de Gibrié de São Lourenço

pdf

A comunidade quilombola de Gibrié de São Lourenço publicou seu Protocolo de Consulta para, nas palavras deles: "mostrar que nós existimos e que não aceitamos qualquer intervenção pública ou privada em nosso território e que possa modificar o nosso modo de vida tradicional. Esse é um direito que nos é assegurado pela Convenção 169 da OIT."

 

Biofortificação: Diálogos sobre Saúde, Direitos e Soberania Alimentar

pdf

Publicado pelo FBSSAN, o boletim “Biofortificação: Diálogos sobre saúde, direitos e soberania alimentar” trata da problemática da biofortificação, ou seja, da manipulação genética de plantas para aumentar um ou mais micronutrientes. O objetivo é iniciar a discussão com a sociedade civil, pois o processo, no qual o Brasil é líder, é pouco transparente.