Gênero

capa laranja com desenho geométrico de flor ao fundo

CFEMEA - 30 anos de lutas feministas

Published: 23 Março 2020

Uma coleção de artigos escritos por parceiras estratégicas do CFEMEA que nos ajudaram na construção das principais lutas políticas nos últimos 30 anos. Nesta publicação é debatida a luta das mulheres em defesa de seus direitos sexuais e reprodutivos, o enfrentamento a violência de gênero, entre outros assuntos referentes a luta. Com textos de Gabriela Fidelis, Guaia Monteiro Siqueira, Bia Galli e Paula Viana, Iáris Ramalho Cortês, Maria Betânia Ávila, Nina Madsen, Lilian Celiberti, Nilza Iraci e entrevistas com Analba Brazão, Justina Inês Cintra e Creuza Maria Oliveira. 

Capa vermelha com título do livro em letras brancas

Feminismo em resistência: crítica ao capitalismo neoliberal

Published: 19 Março 2020

Os textos reunidos neste Caderno Sempreviva convidam o leitor a ampliar suas reflexões quanto ao feminismo na contemporaneidade. Partindo de uma perspectiva anticapitalista, as autoras refletem sobre os impactos e armadilhas do neoliberalismo e do conservadorismo, iluminando questões fundamentais para que as mulheres continuem em luta. O caderno tem textos assinado pelas autoras: Cindy Wiesner, Clarisse Goulart Paradis, Helena Zelic e Nalu Faria.

O que há de novo nos novos feminismos?

Published: 25 Setembro 2019

O movimento de mulheres no Brasil vem passando por mudanças. A publicação “O que há de novo nos novos feminismos” busca analisar o que se sabe sobre estas novas formas insurgentes da luta feminista no contexto brasileiro.

Eleições 2018: um novo golpe contra as mulheres

Published: 27 Fevereiro 2019

A sub-representação das mulheres se aprofundou, o que torna o Brasil um caso alarmante quando comparado com o resto do mundo: as mulheres são 52% da população, 52,5% do eleitorado e quase metade das filiadas a partidos políticos, mas são menos de 15% dos representantes, o que nos coloca em 157º lugar no ranking da Inter-Parliamentary Union, composto por 196 países. Foto: Mídia Ninja / CC BY-NC-SA 2.0

Celulares e Comunicações: Nossa Batalha no Campo Virtual – Enfrentando a violência contra nós, mulheres, no espaço virtual.

Published: 14 Junho 2018

A cartilha “Celulares e Comunicações: Nossa Batalha no Campo” faz parte da campanha que a Universidade Livre Feminista, o CFEMEA – Centro Feminista de Estudos e Assessoria, Marialab e Blogueiras Negras e SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia construíram para dialogar com mulheres, especialmente as ativistas, e coletivos feministas sobre segurança digital.

Saltando obstáculos: a mulher no espetáculo esportivo

Published: 18 Julho 2016

A questão da igualdade entre gêneros nas práticas esportivas e o papel do esporte na promoção dos direitos da mulher têm sido objeto de constante debate na contemporaneidade. Para além dos benefícios que o esporte pode proporcionar à saúde feminina, a constatação de seu desempenho como ferramenta para o “empoderamento” de mulheres e superação das barreiras à equidade de gêneros parece quase consenso no pensamento hegemônico do mundo globalizado atual. 

Mulheres e Agroecologia na Amazônia

Published: 19 Maio 2016

Mensagem das mulheres agricultoras, extrativistas e pesquisadoras da Amazônia reunidas no IX Congresso Brasileiro de Agroecologia em 2015. Nela, as mulheres colocam proposições acerca de diversidade e soberania na agroecologia.

Reflexões e práticas de transformação feminista

Published: 2 Março 2016

Produzida com o apoio da Fundação Heinrich Böll, "Reflexões e práticas de transformação feminista" é uma publicação da Sempre Viva Organização Feminista que faz parte da  Coleção Cadernos Sempreviva dando destaque às práticas feministas diárias ao redor do mundo e ao papel da mulher na economia.

Direitos Sexuais e Reprodutivos

Published: 1 Março 2016

Este ensaio fornece informações análiticas básicas para debates críticos e controversos, prossegue com a politização de questões aparentemente do domínio privado, abre também espaço para o esclarecimento de posições e oferece insights para que os leitores possam explorar os temas do ponto de vista político.