Gênero

A promoção dos direitos das mulheres e da população LGBTQI+ocupa um lugar central e permanente em nosso trabalho na Alemanha e no exterior, além de ser uma diretiva dentro da própria organização. Apesar dos indiscutíveis avanços das últimas décadas, ainda falta muito para que sejam eliminadas as hierarquias e as diferenças de poder. Discriminação, preconceito e violência são ainda fatores característicos da vida de milhões de mulheres e da população LGBTQI+ em todo o mundo. 
No Brasil apoiamos a capacitação de grupos autônomos de mulheres para monitorarem a pauta parlamentar relacionada aos direitos sexuais e reprodutivos e para fortalecer os direitos de acesso e proteção à biodiversidade para grupos de mulheres que praticam a medicina tradicional. Além disso, apoiamos campanhas e debates ligados à agroecologia organizados por mulheres.

Artigos atuais

O chocante bloqueio algorítmico do Youtube

ColaborAmerica

Este texto traz um relato e uma denúncia sobre os riscos de decisões tomadas por algoritmos. Algoritmos são rotinas logicamente encadeadas, não ambíguas, que compõem softwares, dispositivos autômatos, bem como os chamados sistemas de inteligência artificial, que incluem o aprendizado de máquina, o aprendizado profundo, entre outras subdivisões.

Open article in new tab
On
Main image in widescreen?
uploaded image ratio

Por que o fracasso das negociações climáticas em Madrid pode ser algo bom?

COP 25

A conferência do clima em Madrid (COP 25) teve a prorrogação mais longa de todas as conferências climáticas até hoje. As negociações seguiram até domingo de manhã. E mesmo assim, o documento final saiu fraco e adia quase todas as questões essenciais para ano que vem. Um fracasso, uma catástrofe para os esforços em salvar o planeta?

Open article in new tab
On
Main image in widescreen?
uploaded image ratio

Cop 25: Um processo à beira do colapso em confronto com um mundo em movimento

Cop 25

Há um consenso entre os principais atores que monitoram as negociações climáticas: os governos que compareceram à COP 25 falharam com as pessoas e com o planeta ao se recusarem a adotar decisões significativas e a se comprometerem a melhorar a ação climática, apesar da urgência. Leia aqui a análise produzida pela nossa sede sobre a COP 25. 

Open article in new tab
On
Main image in widescreen?
uploaded image ratio

Um feliz 2020!

Feliz 2020

Quase chegamos ao final de 2019! O ano foi difícil.  Com o novo cenário político no Brasil encontramos desafios fortes, até agora desconhecidos, no caminho.Como numa maratona, foi preciso muita força, energia e perseverança . Mas o que encontramos no caminho, nas subidas e descidas, nos fez conseguir chegar até aqui com um sorriso. Os tempos de reflexões, a solidariedade, a energia e as trocas com quem fez parte do nosso ano renova nossa esperança para o que está por vir. 

 

Open article in new tab
Off
Main image in widescreen?
uploaded image ratio

Amazônia: Retrocessos e Queimadas

Rio: ambientalistas fazem ato em defesa do Fundo Amazônia

O Brasil vive um período crítico de ataque a nossa já frágil democracia e de crise econômica, política e social, com crescimento do desemprego, o acirramento da violência nas periferias, desmonte de direitos, desconstrução de políticas públicas estruturantes, com profundos reflexos socioambientais.

Open article in new tab
Off
Main image in widescreen?
uploaded image ratio

Dossiês

Beijing +20: conquistas e desafios das mulheres no Brasil

Publicações

O que há de novo nos novos feminismos?

O movimento de mulheres no Brasil vem passando por mudanças. A publicação “O que há de novo nos novos feminismos” busca analisar o que se sabe sobre estas novas formas insurgentes da luta feminista no contexto brasileiro.

Eleições 2018: um novo golpe contra as mulheres

A sub-representação das mulheres se aprofundou, o que torna o Brasil um caso alarmante quando comparado com o resto do mundo: as mulheres são 52% da população, 52,5% do eleitorado e quase metade das filiadas a partidos políticos, mas são menos de 15% dos representantes, o que nos coloca em 157º lugar no ranking da Inter-Parliamentary Union, composto por 196 países. Foto: Mídia Ninja / CC BY-NC-SA 2.0

Celulares e Comunicações: Nossa Batalha no Campo Virtual – Enfrentando a violência contra nós, mulheres, no espaço virtual.

A cartilha “Celulares e Comunicações: Nossa Batalha no Campo” faz parte da campanha que a Universidade Livre Feminista, o CFEMEA – Centro Feminista de Estudos e Assessoria, Marialab e Blogueiras Negras e SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia construíram para dialogar com mulheres, especialmente as ativistas, e coletivos feministas sobre segurança digital.

Saltando obstáculos: a mulher no espetáculo esportivo

A questão da igualdade entre gêneros nas práticas esportivas e o papel do esporte na promoção dos direitos da mulher têm sido objeto de constante debate na contemporaneidade. Para além dos benefícios que o esporte pode proporcionar à saúde feminina, a constatação de seu desempenho como ferramenta para o “empoderamento” de mulheres e superação das barreiras à equidade de gêneros parece quase consenso no pensamento hegemônico do mundo globalizado atual. 

Mulheres e Agroecologia na Amazônia

Mensagem das mulheres agricultoras, extrativistas e pesquisadoras da Amazônia reunidas no IX Congresso Brasileiro de Agroecologia em 2015. Nela, as mulheres colocam proposições acerca de diversidade e soberania na agroecologia.