Transnacionais, Estado e o “desenvolvimento” na Pan Amazônica

FASE
Date of Publication
Março de 2016
Number of Pages
15
Licence
Language of publication
Português

O modelo de “desenvolvimento” promovido na Pan Amazônia nas últimas décadas tem como base o planejamento e implementação de Grandes Projetos de Investimento (GPI) que viabilizem a privatização dos bens comuns da natureza, propiciando a extração e exportação para os mercados mundiais na forma de commodities. Os poderes públicos, em diferentes escalas, têm tido papel central no avanço desses projetos. Entretanto, tais dinâmicas refletem crescentemente interesse de poderes privados, integrados nos circuitos globais de acumulação de capital: as empresas transnacionais. E, para entender um pouco mais sobre essa relação entre o poder público e os interesses privados de grandes corporações instaladas neste território, a sexta edição da Série de Entrevistas sobre a Amazônia conversa com Diana Aguiar, integrante do Grupo Nacional de Assessoria da FASE e Doutoranda em Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ).

A série Entrevistas sobre a Amazônia é uma iniciativa da ONG FASE Programa Amazônia, com o apoio da Fundação Heinrich Böll (HBS). Ela tem como objetivo divulgar ideias, posicionamentos e/ou avaliações de lideranças de movimentos sociais, pesquisadores(as) e de membros de ONGs acerca de temas que consideramos relevantes para o melhor conhecimento das novas dinâmicas socioterritoriais em andamento na nossa região, bem como de experiências coletivas executadas por organizações da sociedade civil e que merecem ser conhecidas mais amplamente. Dessa forma, esperamos contribuir para a construção e/ou fortalecimento de um pensamento crítico sobre o modelo hegemônico de desenvolvimento imposto à Amazônia, da democracia e de suas instituições e a afirmação de direitos individuais e coletivos.

Table of contents
  • Por que as empresas transnacionais são forças tão importantes na definição do modelo de desenvolvimento da Pan Amazônia?
  • De que forma essa transformação em favor das forças econômicas privadas acontece?
  • Como esse processo chegou na América Latina e na Pan Amazônia?
  • Como os Estados da região Pan Amazônica promoveram a chegada desses investimentos?
  • Como as empresas transnacionais agem para garantir o acesso aos bens comuns sendo privatizados na Pan Amazônia?
  • E como fazemos isso?