Direitos Humanos

Toda pessoa tem direitos garantidos pela Constituição brasileira de 1988. Porém, ainda há muito a ser alcançado. Um tema prioritário é promover os direitos das mulheres, que se estabeleçam relações raciais e de gênero igualitárias perante as políticas públicas e na sociedade em geral.

Outro tema importante é o estabelecimento de uma política de segurança cidadã, que respeite os direitos dos moradores de territórios populares e ponha fim à impunidade e à violência policial. O direito à cidade também é foco do nosso trabalho. Apoiamos iniciativas que mostrem a potência da periferia e dos territórios populares.

Artigos atuais

Dossiês

Publicações

O que há de novo nos novos feminismos?

O movimento de mulheres no Brasil vem passando por mudanças. A publicação “O que há de novo nos novos feminismos” busca analisar o que se sabe sobre estas novas formas insurgentes da luta feminista no contexto brasileiro.

Guia de Proteção a Defensores e Defensoras dos DHs da Baixada Fluminense/RJ

O Fórum Grita Baixada e a Rede de Mães e Familiares Vítimas da Violência do Estado da Baixada Fluminense criaram o “Guia de Proteção aos Defensores e Defensoras dos Direitos Humanos da Baixada Fluminense/RJ”. A publicação é uma ferramenta para que defensores de direitos humanos da região da Baixada Fluminense conheçam estratégias para se protegerem. 

Cadernos Religião e Política: Por uma perspectiva afrorreligiosa: estratégias de enfrentamento ao racismo religioso

A reflexão empreendida nesta publicação tem a finalidade de levantar uma discussão sobre a perseguição e proliferação de múltiplas violências direcionadas às religiões de matriz africana. O autor tem o intuito de investigar as estratégias teó­ricas e práticas que vêm sendo utiliza­das por afrorreligiosos no seu enfrenta­mento ao racismo religioso no Estado do Rio de Janeiro.

Revista Perspectivas - América Latina - Nuevas Politicas de Mobilidad

80% das cidades latino-americanas sofrem altos níveis de injustiça social. As classes de baixa renda são as mais afetadas, sendo submetidas a limitação de mobilidade e possibilidades de transporte. Na quarta edição da Revista Perspectivas, autores da América Latina analisam os desafios para uma nova política de trânsito para essas cidades, incluindo uma reflexão sobre o impacto da violência no cotidiano das favelas do Rio de Janeiro, pelos autores brasileiros Sergio Veloso e Vinicius Santiago do Brics Policy Center. 

Celulares e Comunicações: Nossa Batalha no Campo Virtual – Enfrentando a violência contra nós, mulheres, no espaço virtual.

A cartilha “Celulares e Comunicações: Nossa Batalha no Campo” faz parte da campanha que a Universidade Livre Feminista, o CFEMEA – Centro Feminista de Estudos e Assessoria, Marialab e Blogueiras Negras e SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia construíram para dialogar com mulheres, especialmente as ativistas, e coletivos feministas sobre segurança digital.

Quem são os proprietários do Saneamento no Brasil?

O mercado privado do saneamento é altamente concentrado, controlado por instituições financeiras que deixam em segundo plano a qualidade dos serviços. A estratégia já é velha conhecida no exterior, onde o processo de reestatização da água ocorre em diversos países. Acesse o folder com os principais resultados da pesquisa.