Senado Federal discute poluição causada por plástico descartável

Na próxima segunda-feira, dia 21 de junho, o Senado Federal vai debater a poluição por plástico descartável e seus impactos. A audiência integra as atividades da Campanha Junho Verde 2021.

Senado Federal discute a crise do plástico

O coordenador de Justiça Socioambiental da Fundação Heinrich Böll no Brasil, Marcelo Montenegro, é um dos convidados para a audiência. Marcelo afirma que uso dos polímeros sintéticos devem promover discussões urgentes para o futuro do país. Se continuarmos nesse ritmo, bateremos o recorde de 100 milhões de toneladas de resíduos plásticos por ano, em 2030.

 Só no Brasil, cerca de 79 milhões de toneladas de resíduos não reciclados foram utilizados, em 2018. Montenegro é também um dos editores do Atlas do Plástico - publicação da Böll no Brasil em que fatos concretos, e números sobre o plástico são apresentados. De acordo com o atlas, cada brasileiro produz cerca de 52kg de resíduo plástico por ano, o que equivale a 115 navios cargueiros. 

Além de Marcelo Montenegro, participam como convidados: o representante da Direção do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis, Roberto Rocha, o representante de programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Vitor Pinheiro, o coordenador do Programa de Monitoramento de Praias (PMP) da Petrobrás em Santa Catarina, e o diretor-superintendente da Associação Brasileira de Indústria do Plástico - ABIPLAST. 

A audiência será realizada na segunda-feira (21/06) e é aberta à participação dos cidadãos por meio do Portal e-Cidadania

 

Assista também à live "Água Sem Lixo", realizada pela Frente Parlamentar Ambientalista do Congresso Nacional:

Baixe aqui o Atlas do Plástico