Uranium Festival - mostra de filmes sobre energia nuclear

Notícia

Uranium Festival - mostra de filmes sobre energia nuclear

 

De 16 a 26 de maio acontece a 3ª edição de Uranium Film Festival - Rio de Janeiro. O evento que acontece na Cinemateca do Museu de Arte Moderna (MAM-Rio) apresentará 52 filmes entre ficções, animações e documentários, incluindo nove estréias mundiais, vindo de 20 países. A Fundação Heinrich Böll é uma das organizações que a apóiam o festival.

 

O Festival Internacional de Filmes sobre Energia Nuclear, internacionalmente reconhecido como Uranium Film Festival, foi criado em 2010, com a primeira edição em Maio de 2011, no Rio de Janeiro. Ele é o primeiro festival mundial de documentários, ficções & animações de curta e longa metragem sobre a temática da energia nuclear: da mineração de urânio às usinas nucleares, o lixo radioativo, o uso bélico - primeiras bombas atômicas às armas modernas fortificadas com urânio, de Hiroshima, além de Chernobyl à Fukushima.

 

 

Segundo a organização do evento, os grandes destaques do festival são filmes da Rússia, Israel, Índia, Japão, EUA e Alemanha. Além disso, será exibido o primeiro filme brasileiro sobre a mineração de urânio na Bahia, Caetité - Sofrimento Cinzento.

 

Cinema, Arte & Informação: O festival busca informar a população sobre algo que é invisível, que não tem cheiro e nem gosto, mas que pode matar. O lixo nuclear já produzido, por exemplo, pelas Usinas Angra 1 e 2 precisa ser cuidado por mais de cem mil anos. De acordo com os organizadores, um filme é o melhor veículo para transportar esta informação sobre a natureza, tecnologia e os riscos de elementos radioativos e da indústria nuclear.

 

O festival quer também dar visibilidade aos vários diretores "nucleares" que muitas vezes arriscam suas próprias vidas para realizarem este trabalho, como por exemplo Roberto Pires, autor de "Césio 137. O Pesadelo de Goiânia" (1989). Roberto Pires morreu de câncer, em 2001, provavelmente devido a contaminação com o césio 137, durante a produção do filme sobre o acidente em Goiânia.

 

O evento também premia com o "Oscar Amarelo" os melhores filmes (Curta, Longa e Animação). O prêmio existe para estimular novas produções sobre o tema. Neste ano a novidade é o "Oscar Amarelo Escolar" para documentaristas menores de 18 anos.

 

O festival é mundial e tem mostras itinerantes em outras cidades e países. O evento foi realizado em 2011 em São Paulo, Salvador, Recife, João Pessoa, Natal e Fortaleza. Em 2012, o festival esteve em Lisboa, Berlim, e em tournê na Índia, passando por dez metrópoles indianas: de Nova Delhi à Mumbai e Hyderabad. Em 2013 o evento também acontecerá nos Estados Unidos, em parceria com a artista e diretora de filmes Eve-Andree Laramèe.

 

A socióloga e professora da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro (FAETEC) Marcia Gomes de Oliveira e o correspondente e escritor alemão Norbert G. Suchanek são responsáveis pelo festival. A FAETEC é uma das parceiras do evento.

 

Destaques da programação de acordo com os organizadores

 

CAETITÉ. Sofrimento Cinzento – estréia mundial
A Cidade de Caetité, na Bahia, é o lugar da segunda mineração de urânio no Brasil. O que está acontecendo lá hoje? Brasil, 2013, 35 min, português, direção Laura Pires e Aleis Góis. Documentário.Classificação indicativa 12 anos.

 

Alta Voltagem (High Power) - estréia mundial
Tarapur é o primeiro projeto de energia nuclear civil da Índia, iniciado cerca de 40 anos atrás. O mundo inteiro precisa saber o que realmente aconteceu no local, antes que seja tarde demais. Índia, 2013, 27 min, inglês/legenda português, direção Pradeep Indulkar. Documentário. Classificação indicativa 10 anos.

 

Urânio Para Morrer (Uranium – To Die For) - estréia mundial
Congo, bastidores de um dos mercados negros mais perigosos do mundo, uma jornalista tenta desvendar alguns dos mistérios por trás do comércio de urânio. Uma poderosa obra de jornalismo sobre um tema muito quente. Israel, 2012, 54 min, legenda inglês, direção Shany Haziza, produção Sasha Klein Production. Documentário. Classificação indicativa 12 anos.

 

Estômago de Tóquio (Tokyo's Belly) - estréia mundial
Um guia de cinema para entender o Japão antes e depois da catástrofe atômica de Fukushima. Alemanha, 2013, 70 min, legenda inglês, direção Reinhild Dettmer-Finke, produção Defi-Filmproduktion. Documentário. Classificação indicativa 12 anos.

 

Atomic Ivan
Essa é uma história de pessoas do futuro que está começando a ser real hoje em dia. O novo herói se faz herói para acordar. Uma comédia lírica da era nuclear. Rússia, 2012, 91 min, legenda inglês, direção Vasily Barkhatov, produção Telesto Film Company. Ficção. Classificação indicativa 10 anos.

 

Urânio Dupla Felicidade (Double Happiness Uranium) - estréia mundial
Em um futuro não muito distante, a recém-formada República Independente da Austrália do Sul torna-se rica por causa do urânio. Mas, o verdadeiro poder está com a "Urânio Dupla Felicidade", empresa de energia global que desenvolve secretamente a arma suprema. Austrália, 2012, 87 min, inglês, direção Cole Larsen, produção Tom Young. Ficção. Classificação indicativa 12 anos.

 

Mãe Atômica (Atomic Mom)
A mãe da cineasta passa por uma crise de consciência sobre o trabalho que realizou no Programa de Teste Atômico do exército norteamericano. Japão/EUA, 2010, 80 min, legenda inglês, direção M. T.
Silvia. Documentário. Classificação indicativa 12 anos.

 

Projeto Urânio (Uranium Project)
Entre Seriana e o Vale Vedello, na área entre Bergamo e Sondrio, encontra-se o maior depósito de urânio da Itália e de toda a Europa. A história de sua exploração e protestos populares. Itália, 2011, 43 min, italiano/legenda inglês, direção Alan Gard e Stefania Prandi. Documentário.
Classificação indicativa 10 anos.

 

Selvagem Nuclear: As Ilhas do Projeto Secreto (Nuclear Savage:The Islands of Secret Project) Revela como cientistas americanos transformaram um paraíso do Pacífico em um inferno radioativo. EUA, 2012, 87 min, inglês/legenda espanhol, direção Adam Jonas Horowitz. Documentário. Classificação indicativa 12 anos.

 

 

 

 

 
 
 
 
All rights reserved.

Adicione