Banco dos Brics Reunião aberta Internacional 15-17/7 – Fortaleza

Banco dos Brics Reunião aberta Internacional 15-17/7 – Fortaleza

Sociedade Civil promove atividades paralelas à Cúpula dos Brics Sociedade Civil promove atividades paralelas à Cúpula dos Brics. Creator: Roman Leskov. Creative Commons License LogoEsta imagem está sob licença de Creative Commons.

Entre 14 e 17 de julho representantes de organizações da sociedade civil do Brasil, África do Sul, Índia, China, entre outros países estarão reunidos em Fortaleza ao mesmo tempo que líderes participam da Cúpula dos Brics. O objetivo é refletir sobre as questões que envolvem o bloco como a criação do Banco dos Brics. A Fundação Heinrich Böll Brasil é uma das organizações que participará promovento atividades. Veja a programação e participe. 

Programação:

Banco dos BRICS - Seminário Internacional

FORTALEZA, BRASIL: 15 a 17 de JULHO, 2014

LOCAIS: Hotel Recanto Wirapu’ru (Av. Alberto Craveiro 2222, Castelão - Fortaleza - (85)

3477 3900 e Hotel Maredomus (Av. Almirante Barroso, 1030, Praia de Iracema - (85)

4005-4500. Sala Exitus I)

 

15 de julho

Local: Hotel Recanto Wirapu’ru

 

14h30 – 16h30

Lançamento do livro: "Infraestrutura: para as pessoas ou pelo Lucro? O decisivo papel de uma

governança democrática e responsável"

Carlos Bedoya, Red Latinoamericana sobre Deuda, Desarrollo y Derechos (LATINDADD) e Nancy

Alexander, HBS Washington

 

16 de julho

Local: Hotel Recanto Wirapu’ru

 

09h-12h

PARTE I: Evento organizado pela REBRIP, em parceria com a hbs

Coordenação do Painel: Graciela Rodriguez, REBRIP, em parceria com Red LATINDADD

Embaixador Carlos Marcio Cozendey, Secretário de Relações Internacionais do Ministério da

Fazenda (BRASIL)

 

Breves Comentários

Adhemar Mineiro - REBRIP, Rio de Janeiro

Oscar Ugarteche - Instituto de Investigaciones Económicas, UNAM, México

C. P. Chandrasekhar - Centre for Economic Studies and Planning School of Social Sciences,

Jawaharlal Nehru University, India

Shoujun Cui - School of International Studies, Renmin University of China.

Nondumiso Nsibande - Action Aid, South Africa

Aldo Caliari - Bretton Woods Project Coordinator. Center of Concern. USA

Representante do Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB)

 

12h - 13h30

Almoço

 

13h30-19h

PARTE II: Os bancos de desenvolvimento nacional nos países BRICS: quais lições podemos

aprender?

Boas-vindas e apresentação (Dawid Bartelt - HBS Brasil, Carlos Tautz - Instituto Mais

Democracia e Rede Brasil)

 

Apresentação de estudos dos países em uma perspectiva comparada

Introdução (matriz lógica, termos de referência): Shalini Yog, HBS Índia

Moderação: Axel Harneit-Sievers, HBS India

 

Apresentações dos principais resultados (15 min cada.):

Mzukisi Qobo, da Universidade de Pretória, África do Sul

C. P. Chandrasekhar, Índia

Mark Grimsditch, China

Carlos Tautz, Brasil

 

Perguntas e Comentários

 

Coffee-break

 

PARTE III: Outros estudos comparativos, aprendendo a partir de experiências passadas

Moderação: Sunita Dubey / Srinivas Krishnaswamy, Vasudha Foundation

 

Apresentação de estudos do IBASE e Brics Policy Center sobre os bancos de desenvolvimento

dos BRICS (20 min)

Iderley Colombini, IBASE, Rio de Janeiro

Comentários: Lysa John, CIVICUS/Oxfam, Índia – Por que o Banco dos BRICS precisa de mais do

que apenas uma agenda orientada para o desenvolvimento

 

Desenvolver normas para o Banco dos BRICS, aprendendo com as experiências anteriores (20

min)

Caio Borges / Laura Waisbich, Conectas, São Paulo

Comentários: Gretchen Gordon, Bank On Human Rights – Como os outros bancos multilaterais

estão reagindo a criação de um novo banco de desenvolvimento (o Banco dos BRICS)?

 

Discussão sobre todos os estudos / insumos (autores do estudo retornam ao painel)

Conclusões e implicações dos estudos para trabalhos futuros

Axel Harneit-Sievers

 

Junho 17, 2014

Local: Hotel Maredomus

 

9:00-13:00

PARTE IV: FINANCIAMENTO DE INFRAESTRUTURA: o foco principal de financiamento para o

desenvolvimento e suas implicações

Moderadora: Ana Garcia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFFRJ) e Instituto

Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS)

 

Infraestrutura financeira e governança democrática: tendências e perspectivas

Carlos Bedoya, Red Latinoamericana sobre Deuda, Desarrollo y Derechos (LATINDADD) e Nancy

Alexander, HBS Washington

 

"Ambições e riscos elevados: Programa para o Desenvolvimento de Infraestrutura na África

(PIDA, sigla em inglês)"

Dr. Mzukisi Qobo, Universidade de Pretória

 

Corporações internacionais e a cooperação com o Banco dos BRICS: o caso BNDES

João Roberto Lopes Pinto, Instituto Mais Democracia e Pontifícia Universidade Católica do Rio

de Janeiro (PUC)

Comentários: China Ngubane, Coordenador do 'Brics-from-below' project da Universidade de

KwaZulu-Natal Centre for Civil Society

 

11:00-11:20

Coffee-Break

 

11:20-13:00

Discussão

 

13:00-13:15

Resumo das atividades

 

13:15-14:30

ALMOÇO

 

14:30-19:30

PARTE V: REUNIÃO DE PARCEIROS DO PROJETO BANCO DOS BRICS (Grupo de Durban + Convidados)

Objetivos, estratégias e comunicação: como monitorar e incidir na criação do Banco dos BRICS?

Moderador: Leandro Lamas Valarelli.

Leia o Caderno especial a Cúpula dos Brics em inglês e em português

Conteúdo relacionado

  • Boletins G20

    A Fundação Heinrich Böll publica periodicamente  o informativo em inglês , "G20 Update" sobre os processos e os resultados das questões que envolvem a cúpula do G20. Especialistas, pesquisadores e representantes das  organizações da sociedade civil contribuem em diferentes artigos. A publicação também traz sugestões de leitura. Algumas publicações estão disponíveis em espanhol.

Adicione