Olimpíadas

O reverso da medalha: Megaeventos no Brasil e o direito à cidade

Quem critica os megaeventos esportivos pode até ser visto como estraga-prazeres. Porém, é possível gostar do esporte profissional e, ao mesmo tempo, ser crítico em relação aos atuais megaeventos. A experiência brasileira com a Copa do Mundo de Futebol de 2014 e as Olimpíadas de 2016 explica os motivos.  

por Dawid Bartelt

Baía de Guanabara: Descaso e Resistência

Para discutir a situação da Baía de Guanabara, cartão-postal e local das regatas dos Jogos Olímpicos de 2016, o jornalista Emanuel Alencar buscou referências em mais de 30 publicações, entre textos, reportagens e artigos científicos, e em uma dezena de entrevistas de pesquisadores, ativistas ambientais, pescadores, gestores e servidores públicos. O resultado é um livro rico em dados, mapas e informações que demonstram que os Jogos Olímpicos passaram sem deixar aquele que seria seu principal legado a despoluição da Baía de Guanabara.

Uma Vila que existe porque resiste e insiste

O caso da Vila Autódromo é um tema que em nada reflete o espírito olímpico e que ganha cada vez mais espaço na cobertura mundial dos jogos de 2016, que acontecem daqui a quatro meses no Rio de Janeiro. Apenas chegar à Vila já é considerado um desafio. O acesso a comunidade, que fica em Jacarepaguá, zona Oeste do Rio, está camuflado entre canteiros de obras e é preciso praticamente inventar um caminho para avistar a placa que dá as boas-vindas à comunidade. 

por Manoela Vianna

Rio de Gastos 2016 - Edição 3

pdf

Em sua 3ª edição, a publicação Rio 2016 de Gastos aborda a relação das crianças com os megaeventos: quais seus efeitos sobre elas e qual a opinião dos pequenos sobre as Olimpíadas?

Rio de Gastos 2016 - Edição 2

pdf

A segunda edição do boletim analisa a disparidade entre os investimentos feitos para a realização dos Jogos Olímpicos 2016 e os recursos destinados à proteção das áreas verdes e baías da cidade.

Lançamento e debate sobre remoções e reforma urbana na cidade olímpica

No dia 13 de maio, acontece na Uerj um debate sobre as transformações urbanas que estão acontecendo no Rio de Janeiro em nome dos Jogos Olímpicos. O evento contará com especialistas no tema como Guilherme Boulos (MTST) e o lançamento do livro “SMH 2016: Remoções no Rio de Janeiro Olímpico”.

por Naiara Azevedo

Rio de Gastos 2016 - Edição 1

pdf

A  cerca de 500 dias do início das Olimpíadas, o boletim tem o objetivo de acompanhar os investimentos públicos, o orçamento e os impactos do megaevento na vida das pessoas.

Pages