Justiça sociambiental

Impactos da Cadeia da Carne foi tema de debate

Confira como foi o evento que André Campos (Repórter Brasil), Julianna Malerba (Fase e Rede de Justiça Socioambiental), Sérgio Schlesinger (autor da edição brasileira do Atlas da Carne) e Maureen Santos (Fundação Heinrich Böll no Brasil). 

por Manoela Vianna

Flexibilidação da Legislação Socioambiental

pdf

É muito visível para quem tem um olhar crítico com critérios de direitos e justiça socioambiental, que o Brasil está vivendo um preocupante quadro de flexibilização. Historicamente considerados positivos pela comunidade internacional, os direitos socioambientais estão em cheque no país. Confira neste infográfico a flexibilização de leis ambientais no Brasil. 

Mineração, Violências e Resistências - um campo aberto à produção de conhecimento no Brasil

pdf

As estratégias das corporações e do Estado insistem na monopolização e na privatização dos ambientes comuns, principalmente nos territórios dos povos indígenas e das comunidades tradicionais, algo que configura enorme pressão sobre "florestas, terras, solos, rios e subsolo. O avanço sobre as terras tradicionalmente ocupadas tem provocado conflitos, inclusive com a destruição de comunidades inteiras, como revela o desastre ocorrido no Vale do Rio Doce (primeira parte deste volume).
 

Jean Pierre: eterno defensor dos povos e dos commons

É com grande pesar que fomos comunicados do falecimento, em 10 de novembro, de Jean Pierre Leroy, um grande parceiro da Fundação Heinrich Böll Brasil e um dos pensadores brasileiros que mais influenciaram as ideias e os debates dos movimentos sociais e das ONGs nas últimas quatro décadas. 

Nossa mensagem

Em 2015, a Fundação Heinrich Böll completou 15 anos no Brasil. Tempos de muito trabalho junto aos diversos parceiros que acreditam e se empenham por um mundo mais justo para todas e todos.

Os principais desafios que o mundo debate em Paris

Com o objetivo de assegurar que os acordos estejam assinados no fim do evento, dia 11 de dezembro, o foco será em um “Pacote Climático de Paris” (Paris Climate Package), em que outras decisões também sejam encaminhadas, além do acordo jurídico universal negociado pela ADP. Leia mais no artigo da pesquisadora Camila Moreno que está em Paris acompanhando a COP21

por Camila Moreno

Maureen Santos analisa os processos em torno da COP 21 para o Observatório da Imprensa

A coordenadora de Justiça Socioambiental da Fundação Heinrich Böll Brasil, Maureen Santos, participou, na última quinta-feira (05/11), do Observatório da Imprensa, na TV Brasil. Apresentado por Alberto Dines, o episódio debateu a próxima Conferência do Clima (COP 21), que terá início em 30 de novembro e segue até 11 de dezembro. Confira o programa.

por Bruna de Lara

Pages