All Content

Ecologia Política – Todas as publicações

1 - 20 de 297

Um Novo Marco da Biodiversidade… para quê e para quem?

Quase uma década após a Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) definiar as Metas de Biodiversidade de Aichi, as evidências mostram que as ações tomadas para implementá-las não foram suficientes. Como deveria ser um novo marco da biodiversidade?

por Gadir Lavadenz

Entrevista: "O caminho que devemos seguir não é o da flexibilização, é o da internalização dos custos sociais e ambientais na matriz dos investimentos"...

Hoje, às 12h28, pétalas de rosa vermelhas e brancas foram jogadas de um helicóptero sobre a ponte no rio Paraopeba, em Brumadinho (MG). Centenas de pessoas, incluindo familiares dos atingidos pelo rompimento da barragem assistiram enquanto faziam um minuto de silêncio. O ato marcou um mês da tragédia com a mina Córrego do Feijão, da empresa Vale, que deixou 179 mortos e 131 desaparecidos. 

por Manoela Vianna

O que está em jogo na COP 24?

A COP 24 - Convenção das Nações Unidas sobre Mudança Climáticas - começou em Katowice, Polônia, neste domingo, 2 de dezembro, dois anos, 11 meses e 20 dias desde que o presidente da COP 21, Laurent Fabius, instaurou o histórico Acordo de Paris aos aplausos de delegados de 196 estados que o adotaram por consenso.

por Don Lehr

Atlas do Agronegócio - publicação reúne fatos e números sobre as corporações que controlam o que comemos

As Fundações Heinrich Böll Brasil e Rosa Luxemburgo convidam para o Lançamento do “Atlas do Agronegócio: fatos e números sobre as corporações que controlam o que comemos”.  O evento acontece no dia 4 de setembro, no Rio, e contará com a presença de Bela Gil, Denis Monteiro (Articulação Nacional de Agroecologia, Maureen Santos (Fundação Heinrich Böll) e Gregório Duvivier.

Um grupo controla todos

Fusões

A brasileira 3G Capital controla algumas das maiores corporações de alimentos e bebidas do mundo. A sua agressiva estratégia de aquisição é apenas a ponta do iceberg.

por Benjamin Luig, Stephen Greenberg

Agroecologia no Brasil

Alternativas

Valorizando as dimensões da ciência, das práticas, dos movimentos sociais e das inovações institucionais.

por Cláudia Schmitt, Denis Monteiro, Flávia Londres, Maria Emília Pacheco

O pop do agro

Agrotóxicos no Brasil

Diante de um quadro de uso crescente de agrotóxicos, setores do agronegócio propõem menos regulação para esses produtos. Sociedade se organiza e reage.

por Gabriel Bianconi Fernandes

Do fake saudável à gourmetização

Alimentação

A qualidade da alimentação é tema urgente no Brasil e precisa ser encarada de forma transformadora, a fim de democratizar o acesso.

por Maureen Santos

Comida, ração ou energia?

Commodities

Quatro corporações ocidentais dominam o mercado global de produtos agrícolas. Agora uma companhia chinesa juntou-se a elas.

por Roman Herre

Saúde Integral e Medicina Tradicional dizem muito sobre a agroecologia

“Quem nunca tomou um chá? Quem nunca foi benzido? E quem nasceu de mãe de umbigo [parteiras]?” Essas foram as perguntas provocadoras que abriram o “Seminário Temático Saúde Integral e Medicina Tradicional”, realizado durante o IV Encontro Nacional de Agroecologia.

por Manoela Vianna

Roots Ativa: mulheres jovens em destaque na agroecologia urbana

O Encontro Nacional de Agroecologia destacou o protagonismo das mulheres na agroecologia, com mais de mil mulheres de todas as regiões do Brasil presentes com suas histórias que podiam comprovar isso, um dos exemplos é a Carol Lopes. Conheça sua história.

por Manoela Vianna

Impactos da Cadeia da Carne foi tema de debate

Confira como foi o evento que André Campos (Repórter Brasil), Julianna Malerba (Fase e Rede de Justiça Socioambiental), Sérgio Schlesinger (autor da edição brasileira do Atlas da Carne) e Maureen Santos (Fundação Heinrich Böll no Brasil). 

por Manoela Vianna

A carne é fraca: por trás dos impactos da cadeia industrial da carne

Evento no Rio discutirá os impactos da cadeia industrial da carne com a presensa de André Campos, membro da Repórter Brasil; Julianna Malerba, assessora da Fase e integrante da Rede de Justiça Socioambiental; Sérgio Schlesinger, um dos autores do Atlas da Carne e Maureen Santos, coordenadora de Justiça Socioambiental da Fundação Heinrich Böll. 

por Manoela Vianna

Angra 3: o que virá em 2018?

Cresce a pressão pela retomada da obra de Angra 3. Contratada em 1983, ela parou poucos anos depois. Reiniciada em 2010, foi novamente interrompida em 2016, por dificuldades financeiras e pela corrupção. Este problema deve ter sido considerado superado com a condenação, na Lavajato, do então Presidente da Eletronuclear. E para seu financiamento há ofertas do lobby nuclear que corteja, via russos e chineses, os países desavisados dos riscos dessa tecnologia.

por Chico Whitaker

A Falácia da Geoengenharia

Enquanto o mundo se esforça para controlar as emissões de gases com efeito de estufa e limitar o aquecimento planetário, uma nova bala de prata tecnológica está a ganhar adeptos. A geoengenharia – a manipulação em larga escala dos sistemas naturais da Terra – foi popularizada como meio de neutralizar os efeitos negativos das alterações climáticas. Leia artigo de Barbara Unmüssig

por Barbara Unmüßig

“Está em jogo a reestruturação do mercado formal de terras no Brasil”. Entrevista com Julianna Malerba

Assessora nacional da Fase e membro da Rede Brasileira de Justiça Ambiental, Julianna Malerba concede entrevista à Fundação Böll. Ela fala dos retrocessos na legislação ambiental brasileira, com foco no setor da mineração, e estabelece a disputa pelo mercado de terras como foco dos interesses das elites brasileiras e internacionais. De histórica atuação nesta área, tem visto um preocupante agravamento dos impactos socioambientais de atividades extrativas e das legislações do setor. Mas é otimista ao verificar o fortalecimento de movimentos sociais de resistência.

Desmonte da legislação ambiental e do Estado: dois lados de uma mesma moeda

É notório o acelerado processo de desconstrução dos direitos socioambientais erigidos em grande parte na Constituição Federal de 88, mas também em legislações infraconstitucionais, em atos administrativos e na estruturação de instituições com missão de fazê-los cumprir. São muitas as mudanças e evidências nessa direção

por Alessandra Cardoso

Agenda de retrocessos e o cumprimento da NDC brasileira

O Brasil destacou-se ao apresentar uma proposta ambiciosa de redução de emissões para contribuir à ação climática global e teve papel de liderança nas negociações que culminaram com o Acordo de Paris em dezembro de 2015. Porém, uma marcha de retrocessos em curso pode colocar em risco o cumprimento dos compromissos assumidos.

por Camila Moreno

Pages