segurança digital

Guia Prática de Estratégias e Táticas para a Segurança Digital Feminista

pdf

O “Guia Prática de Estratégias e Táticas para a Segurança Digital Feminista” é a base da campanha que a Universidade Livre Feminista,  CFEMEA – Centro Feminista de Estudos e Assessoria, Marialab e Blogueiras Negras e SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia construíram para dialogar com mulheres, especialmente as ativistas, e coletivos feministas sobre segurança digital.

“A internet é uma rede [...] onde prevalece a lógica da liberdade sobre a da permissão, mas essa comunicação é feita em cima de tecnologias de controle”

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou ontem (6/10) o PL 215/2015, conhecido como PLespião. Caso esta lei seja aprovada nos outros trâmites do Congresso será instituída a exigência de cadastro para acessar a Internet. Uma das vozes resistentes a esta nova proposta de lei é Sérgio Amadeu, professsor da Universidade Federal do ABC, conhecido pela militância pelo software livre, inclusão digital e política de privacidade na rede. Confira a entrevista realizada com ele pouco antes da aprovação do PL. 

por Manoela Vianna

Internet está distante de ser um espaço democrático, diz Beatriz Busaniche

Em entrevista à Fundação Heinrich Böll Brasil, Beatriz Busaniche, líder de Creative Commons na Argentina e membro da Fundação Via Líbre, fala sobre a governança da internet na América Latina e afirma: "[a internet] está muito distante do espaço democrático, público e de difícil controle que se sonhava nas décadas de 1990". 

por Lucas Manuel