cop22

“Nós sempre teremos Paris”

Na Conferência das Nações Unidas sobre o Clima, COP 22, que aconteceu em Marrakesh, a comunidade internacional cerrou fileiras a despeito da eleição de Donald Trump como próximo presidente dos EUA. Graças à sua rápida ratificação, que já atinge mais de 110 países, foi possível iniciar as negociações sobre a implementação técnica do Acordo de Paris. Este ritmo, no entanto, deve aumentar significativamente caso o limite de 1.5 °C ainda estiver no horizonte.

por Lili Fuhr, Liane Schalatek

Organizações da sociedade civil brasileira defendem florestas fora do mercado de carbono conforme previsto no Acordo de Paris

Grupo Carta de Belém – articulação, parceira da Fundação, que reune movimentos sociais, sindicais, ONGs e populações tradicionais - lança documento no qual defende a manutenção da posição histórica brasileira nas negociações climáticas. Posição foi divulgada durante a COP 22, conferência sobre mudanças climáticas que está sendo realizada em Marrakesh, no Marrocos.

Posição do Carta de Belém sobre a COP 22

O Grupo Carta de Belém – articulação, parceira da Fundação, que reune movimentos sociais, sindicais, ONGs e populações tradicionais, divulgou um documento no qual expõe sua posição diante do curso das negociações da COP 22, em curso na cidade de Marrakech, Marrocos, até sexta-feira (18/11). 

Publicações questionam Economia Verde e alertam para redução do consumo e das desigualdades sociais

Às vésperas da realização da COP 22, conferência sobre mudanças climáticas que será realizada em Marrakesh, no Marrocos, em novembro, a Fundação Heinrich Böll Brasil lança duas publicações que questionam a eficiência da Economia Verde como solução para os dilemas ambientais globais. O evento, que terá um debate com a presença dos autores Thomas Fatheuer e Camila Moreno, será no dia 25 de outubro no IAB – Rio. 

Negociações do Acordo de Paris rumo a COP 22: começa a conferência de Bonn

Começou hoje e segue até dia 26 de maio a Conferência intersessional da UNFCCC, uma das etapas pré COP22, a  Conferência das Partes de mudanças climáticas que acontece em novembro, em Marrakesh, Marrocos e que será a primeira após o tão falado acordo de Paris. Confira a entrevista com a coordenadora da Fundação Heinrich Böll Brasil, Maureen Santos, que está participando do evento.

por Victor Soriano