BRICS e G20

No contexto da criação do Banco dos BRICS, a Fundação Heinrich Böll Índia publica um estudo sobre as experiências passadas e o desempenho de cada um dos países do bloco em relação ao financiamento do desenvolvimento. 

Por dentro dos BRICS

A Fundação Heinrich Böll produziu uma série de vídeos com perguntas para representantes da sociedade civil do Brasil, África do Sul,  Índia e China, países integrantes do bloco político de cooperação BRICS, que trazem reflexões sobre os BRICS, o novo banco de desenvolvimento do bloco e a participação da sociedade civil.

Chefes de Estado na VI Cúpula dos BRICS - Fortaleza - julho de 2014
por

Ana Garcia, professora de Relações Internacionais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e participante das atividades da sociedade civil durante a VI Cúpula dos BRICS em Fortaleza, analisa neste texto o novo Banco dos BRICS e as perspectivas da sociedade civil internacional de criar um "BRICS pelas bases".

 

Fotos do Seminário Internacional Banco dos BRICS organizado pela Fundação Heinrich Böll Brasil

Movimentos sociais e representantes de organizações da sociedade civil do Brasil, Rússia, India, China, África do Sul, Moçambique, Uruguai, Paraguai, Peru, Argentina, Colômbia, Estados Unidos e Alemanha reuniram-se em Fortaleza no período de 14 a 16 de julho de 2014, com o objetivo de realizar o encontro “Diálogos sobre Desenvolvimento na Perspectiva dos Povos” durante a reunião da VI Cúpula dos BRICS.  Publicamos aqui a Carta de Fortaleza, confeccionada por eles, resultado do encontro.

Organizações e movimentos sociais dos países dos BRICS, que ocupam um quarto da área do planeta, reuniram-se em Fortaleza para debater questões ligadas ao novo banco do bloco
por

Diante da indefinição por parte dos governos sobre o que se entende por desenvolvimento sustentável, os povos dos BRICS deverão demandar que o bloco priorize um novo caminho de desenvolvimento.

Publicado originalmente na Carta Capital, em 21/07/2014

Capa do livro "Infraestructura - Para la gente o para el lucro?"

É possível promover megaprojetos de infraestrutura voltados para atender também as necessidades das comunidades e não alguns interesses financeiros e corporativos? Essas e outras questões serão levantadas no lançamento do livro "Infraestrutura: para as pessoas ou pelo Lucro? O decisivo papel de uma governança democrática e responsável" de Carlos Bedoya (Red Latinoamericana sobre Deuda, Desarrollo y Derechos  - LATINDADD) e Nancy Alexander (Fundação Heinrich Böll América do Norte). O evento acontece no dia 15 dentro da programação do espaço da sociedade civil. 

Presidenta Dilma Rousseff durante reunião dos Chefes de Estado e de Governo dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Los Cabos - México, 18/06/2012

Desde segunda-feira (14/7) lideranças do Brasil, África do Sul, Índia, China e Rússia estão em Fortaleza para a Sexta Cúpula dos BRICS. Como organizações da sociedade civil não possuem assentos na reunião oficial, será promovido a partir do dia 15 um evento paralelo para refletir sobre as questões que envolvem o bloco, principalmente a criação do banco de desenvolvimento dos BRICS, que deve ser fundado durante a reunião oficial.

Sociedade Civil promove atividades paralelas à Cúpula dos Brics
por

Entre 14 e 17 de julho representantes de organizações da sociedade civil do Brasil, África do Sul, Índia, China, entre outros países estarão reunidos em Fortaleza ao mesmo tempo que líderes participam da Cúpula dos Brics. O objetivo é refletir sobre as questões que envolvem o bloco como a criação do Banco dos Brics. A Fundação Heinrich Böll Brasil é uma das organizações que participará promovento atividades. Veja a programação e participe. 

Capa do  Boletim especial G20 "A cúpula dos BRICS - O Clube dentro do Clube"

Começa na terça-feira (15) a sexta cúpula do Brics, neste contexto, a Fundação lança o Boletim especial G20 "A cúpula dos BRICS - O Clube dentro do Clube". Nesta edição, acadêmicos e ativistas compartilham pontos de vista sobre o potencial dos BRICS e suas novas iniciativas.

Charge dos líderes das vinte principais economias do mundo (G20)

A Fundação Heinrich Böll publica periodicamente  o informativo em inglês , "G20 Update" sobre os processos e os resultados das questões que envolvem a cúpula do G20. Especialistas, pesquisadores e representantes das  organizações da sociedade civil contribuem em diferentes artigos. A publicação também traz sugestões de leitura. Algumas publicações estão disponíveis em espanhol.

Pages