Lançamento de livro sobre Mobilidade no Alemão

Lançamento de livro sobre Mobilidade no Alemão

Lançamento de livro sobre Mobilidade no AlemãoCreator: Leandro Uchoas. Creative Commons License LogoEsta imagem está sob licença de Creative Commons.

Nesta terça-feira (14/11), às 14h, está marcado o lançamento da publicação “Ninguém entra, ninguém sai. Mobilidade urbana e direito à cidade no Complexo do Alemão”. O livro foi produzido em parceria entre a Fundação Heinrich Böll, o Brics Policy Center (BPC) e o Coletivo Papo Reto. O evento será na sede do BPC – Rua Dona Mariana, 63, Botafogo.

Para o estudo, os pesquisadores Sérgio Veloso e Vinícius Santiago entrevistaram moradores da comunidade para conhecer como se dá o deslocamento deles pela cidade. O aumento da violência na região este ano acabou impactando a pesquisa e foi incorporado ao livro, que traz a cartografia do impacto dos conflitos nos deslocamentos do pessoal do Alemão.

A diretora da Fundação Heinrich Böll, Annette von Schönfeld, estará mediando o debate. Na mesa, estarão os autores do livro, pesquisadores do BPC, Sérgio Veloso e Vinícius Santiago. Também estarão Thainã de Medeiros, do Coletivo Papo Reto, e Raquel Barros, socióloga e educadora da Fase Rio.

Ônibus é o meio de transporte mais utilizado pelos moradores do Complexo do Alemão para acessar a cidade. A grande maioria usa um, ou dois, ou um ônibus e o metrô para chegar ao seu destino diário. Cerca de 12,3% precisa utilizar três ônibus para se locomover. Apesar de ser o meio de transporte mais utilizado, 29,1% dos entrevistados afirmaram ser o ônibus de péssima qualidade; 17,28% disseram ter uma qualidade ruim; 34,57% responderam ser regular; 16,67%, boa e apenas 2,47% disseram ser ótima.

Dentre as queixas de muitos entrevistados acerca da má qualidade dos ônibus está o fato de que com a reestruturação de algumas linhas que ligavam a zona norte à zona sul da cidade, muitos ônibus que passavam nas adjacências do Complexo do Alemão mudaram de rota e não chegam até a zona sul, fazendo com que o morador tenha que pegar mais de um ônibus para acessar essa região da cidade.

Para ir ao lançamento, é preciso confirmar presença no e-mail bpc@bricspolicycenter.org

Conteúdo relacionado

  • Publicação discute desafios e alternativas da mobilidade urbana no Brasil

    Na próxima quinta-feira (24/11) a Fundação lança no Rio "Mobilidade Urbana no Brasil: desafios e alternativas," publicação que reúne artigos de pesquisadores, jornalistas e ativistas que mapearam alguns dos problemas e alternativas do tema em quatro cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belém e Curitiba. 

    por Marilene de Paula
  • Mobilidade Urbana no Brasil: Desafios e Alternativas

    pdf

    Os debates na Terceira Conferência da ONU sobre Moradia e Desenvolvimento Sustentável das Cidades, a UN HABITAT 3, que aconteceu no Equador em outubro de 2016, não deixaram dúvida: o transporte urbano está em posição proeminente na lista dos maiores desafios globais. Neste sentido a Fundação lança um livro que mapeia alguns dos problemas na mobilidade urbana de quatro cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belém e Curitiba.