Luta das mulheres contra o conservadorismo é tema de documentário

Luta das mulheres contra o conservadorismo é tema de documentário

Primavera pelo direito ao corpo e à vida das mulheresPrimavera pelo direito ao corpo e à vida das mulheres. Creator: Print do vídeo do youtube. Creative Commons License LogoEsta imagem está sob licença de Creative Commons.

 

A Sempre Viva Organização Feminista (SOF) lançou o curta-metragem "Primavera pelo direito ao corpo e à vida das mulheres".

A violência, o desrespeito, o machismo e o perigo trazido por abortos clandestinos são questões que atingem a vida de mulheres por todo o mundo. O documentário mostra como essas semelhanças mobilizam e unem milhares de mulheres ao redor do mundo gerando reflexões coletivas sobre o conservadorismo alargado pela América Latina e sobre a força de resistência feminista por mais direitos.

O vídeo apresenta declarações de militantes feministas brasileiras, uruguaias e argentinas sobre a influência que o patriarcado e o conservadorismo têm nas sociedades e na vida das mulheres.

Para Natália Carrau (REDES/Uruguai), “enquanto não acontecer um debate sincero nas bases, com a participação das pessoas, não vamos poder construir políticas que apontem para um novo modelo e uma alternativa que venha do povo”.

“Primavera pelo direito ao corpo e à vida das mulheres” também foi o título do evento no qual os registros do documentário foram feitos. As atividades integraram a 4ª Ação Internacional da Marcha Mundial das Mulheres que teve como objetivo envolver durante três dias mulheres do sul do Brasil, Uruguai e Argentina para fortalecer a luta por autonomia.

O encontro aconteceu em setembro de 2015, com uma programação de debates, formação, atividades culturais e mobilização feminista e contou com a participação de 500 mulheres.

O último dia do evento, 28 de setembro, foi também o Dia Latino-americano e Caribenho de Luta pela Legalização do Aborto um dos maiores atos da data no país.

O curta-metragem foi realizado pela SOF com produção da Maria Baderna Filmes e apoio da Fundação Heinrich Böll Cone Sul.

Adicione