Boletim 2 da Convergência dos Movimentos Sociais - Rumo a Belém

Boletim 2 da Convergência dos Movimentos Sociais - Rumo a Belém

Boletim 2 da Conferência Latino-americana sobre Financeirização da Natureza
22 agosto 2015 por Grupo de Trabalho de Comunicação da Conferência Latino Americana sobre Financeirização da Natureza
pdf
Local da publicação: Belém (PA)
Data da publicação: 21/08/2015
Número de páginas: 5
Licença : CC-BY 3.0
Idioma da publicação : Português

Editorial 

Daqui a pouco menos de uma semana, cerca de 80 pessoas estarão reunidas em Belém para a Conferência Latino-Americana sobre Financeirização da Natureza. O encontro acontece de 24 a 27de agosto com a expectativa de gerar muitos debates e reflexões sobre a mercantilização e financeirização da natureza que gera impactos e violações de direitos das comunidades tradicionais e riscos para os bens comuns. Há uma grande preocupação com os projetos de Pagamentos por Serviços Ambientais, como REDD+ (Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação florestal). Muitas vezes eles invertem a realidade sobre quem é responsável pelo desmatamento, além do fato de que ao ingressarem nesses projetos, as comunidades correm sérios riscos de perderem o
direito a tomar decisão sobre o uso e o futuro de seus territórios e pelos impactos em seus modos de vida e identidade.

A Conferência é voltada para representantes de organizações convidadas que participam de um processo de três anos de debates realizados pela Fundação Heinrich Böll Brasil, em parceria com os escritórios do Cone Sul e México e entidades e movimentos sociais parceiros nacionais e regionais.

Mas haverá um evento público no dia 27/8 e transmissões ao vivo pela internet de parte da programação. Mais informações sobre isso serão dadas em breve pela organização do evento e nesta edição
do boletim.

Fará parte do evento quatro caravanas simultâneas: Barcarena; Abaetetuba; Igarapé-Miri; Acará e São Domingos do Capim. As visitas e debates com as comunidades locais são consideradas fundamentais pelos organizadores porque irão permitir construir uma narrativa a partir dos territórios.

Neste boletim, você encontra informações sobre os territórios que farão parte das caravanas.

Acreditamos que esta é uma oportunidade de aprendizado, troca e fortalecimento pela garantia de justiça ambiental.

Forte abraço!

0 Comments

Adicione

Adicione