Mapa: comunidades removidas ou ameaçadas em função dos megaeventos

Mapa: comunidades removidas ou ameaçadas em função dos megaeventos

Mapa

Comunidades removidas ou ameaçadas de remoção em função dos megaeventos

Cerca de três mil famílias situadas na cidade do Rio de Janeiro já foram removidas em função da Copa 2014 e dos Jogos Olímpicos. Outras oito mil estão ameaçadas. O mapa mostra onde e em qual situação estas comunidades se encontram. Ao clicar em cada casa é possível acessar informações sobre a comunidade em questão. Utilize os navegadores Mozzila Firefox ou Google Chrome para melhor visualização do mapa

O mapa apresenta três categorias de comunidades, removidas ou ameaçadas de remoção por diferentes causas, embora todas ligadas aos megaeventos. As remoções na área portuária dão lugar a implantação do projeto “Porto Maravilha”, projeto de reestruturação urbana com a finalidade de valorizar a região. A segunda categoria indica remoções em função da instalação de equipamentos esportivos, os quais incluem a construção de estacionamentos e depósitos de material de construção. Porém, a maioria das remoções é ligada a construção das vias Transoeste, Transcarioca e Transolímpica. O mapa também identifica os empreendimentos do programa “Minha Casa Minha Vida” (MCMV) destinados ao reassentamento das familias removidas. Situadas em maioria na zona oeste da cidade, a distância desses complexos da antiga residência chega a mais de 60 quilômetros.

As informações apresentadas nesse mapa foram retiradas do dossiê “Megaeventos e Violações de Direitos Humanos”, produzido por o Comitê Popular da Copa do Rio de Janeiro, com apoio da Fundação Heinrich Böll e Fundo Brasil de Direitos Humanos.

 

 
 
 
 

Conteúdo relacionado

0 Comments

Adicione

Adicione